Moema:

(11) 5561-0293

Sto Amaro:

(11) 5523-9222

Higienópolis:

(11) 3078-0321

Telemedicina:

(11) 3280-3331

Dor de Cabeça e Hormônios – Qual a Ligação?

dor de cabeça e hormôniosMuitos fatores contribuem para este sintoma, que é a dor de cabeça. Para homens e mulheres, incluindo histórico familiar e idade,  é importante avaliar as alterações hormonais. As mulheres, no entanto, muitas vezes percebem uma relação entre dores de cabeça e mudanças hormonais. Os hormônios estrogênio e progesterona, desempenham papéis chaves em regular o ciclo menstrual e gravidez, podendo também afetar substâncias químicas relacionadas com dor de cabeça.

Ter níveis de estrogênio estáveis, pode melhorar as dores de cabeça, enquanto que suas alterações podem piorar a dor. O médico pode ajudar a tratar, ou prevenir, as dores relacionadas com as alterações hormonais.

Dor de cabeça e hormônios – Durante a menstruação

A queda do estrogênio antes do período menstrual pode contribuir com as dores de cabeça. Muitas mulheres com enxaquecas, relatam as dores antes ou durante a menstruação. As enxaquecas relacionadas com a menstruação podem ser tratadas de várias formas. Os tratamentos provados para enxaquecas são muitas vezes eficientes para tratar enxaquecas menstruais. Estes incluem:

  • Segurar um pano gelado ou um pacote de gelo envolvido com pano, na área dolorosa da cabeça ou pescoço.
  • Exercícios de relaxamento. Tentar exercícios de relaxamento para reduzir estresse.
  • Anotar pode melhorar as dores de cabeça por ajudar a monitorar como o corpo responde ao estresse.
  • A acupuntura pode melhorar as dores e ajudar a relaxar.
  • Analgésicos: o médico pode recomendar tomar drogas antiinflamatórias não esteroides para aliviar a dor no início dos sintomas, ou medicamentos como triptanos que controlam as dores e náuseas.
  •  Algumas mulheres podem tomar uma combinação de antiinflamatórios não esteróides e triptanos para aliviar dor a partir das enxaquecas menstruais.
  • Outros analgésicos de prescrição, podem ser sugeridos pelo médico, dependendo de cada caso.

Dor de cabeça e hormônios – Tratamento preventivo

Se tiver várias dores de cabeça debilitantes no mês, o médico pode recomendar tratamento preventivo, com antiinflamatórios não esteróides ou triptanos. No caso do ciclo menstrual ser regular, pode então ser mais eficiente para tomar remédio de dor preventivo, começando alguns dias antes do período e continuar para até 2 semanas depois do início do período.

Se tiver enxaquecas ao longo do ciclo menstrual ou tiver períodos irregulares, o médico pode recomendar que tome remédios preventivos a cada dia. Os medicamentos diários podem incluir beta bloqueadores, anticonvulsivantes, bloqueadores de canal de cálcio, antidepressivos ou magnésio.

O médico pode também considerar injeções mensais de um anticorpo monoclonal peptídeo, relacionado ao gene de calcitonina, para ajudar a prevenir dores de cabeça, especialmente se outros remédios não são eficientes. Somente o médico vai poder analisar e determinar quais medicamentos podem ser mais apropriados para a pessoa.

Fazer mudanças de estilo de vida, como reduzir estresse, não pular refeições e se exercitar regularmente, também pode ajudar a reduzir a freqüência, extensão e gravidade das enxaquecas.

Uso de contracepção hormonal

Os métodos de contracepção hormonal, como anticoncepcionais e anéis vaginais, podem mudar os padrões de dor de cabeça existentes. As dores podem melhorar ou piorar, ou por vezes ficar então igual. Para algumas pessoas, a contracepção hormonal pode ajudar a reduzir a freqüência e gravidade das enxaquecas relacionadas com menstruação por minimizar assim a queda no estrogênio associada com o ciclo menstrual.

Usar contracepção hormonal para prevenir enxaquecas relacionadas com menstruação pode ser apropriado para mulheres que não foram ajudadas por outros métodos. Outras mulheres podem primeiro vivenciar enxaquecas enquanto usando contracepção hormonal. Se vivenciar enxaquecas enquanto usando contracepção hormonal, conversar com o médico.

Dor de cabeça e hormônios – Durante a gravidez

Os níveis de estrogênio aumentam rapidamente na gravidez inicial e permanecem neste período. As enxaquecas muitas vezes melhoram ou até desaparecem durante a gestação. Porém, as dores de cabeça de tensão, geralmente não vão melhorar, já que não são afetadas por mudanças hormonais.

Se vivencia dores de cabeça crônicas, perguntar então ao médico sobre remédios e terapias que podem ajudar durante a gravidez antes mesmo de engravidar. Muitos medicamentos para dor de cabeça, podem ter efeitos desconhecidos ou danosos para o bebê em desenvolvimento. A mulher e o médico podem ter uma discussão sobre se deve usar remédios durante a gestação ou não, e quais os mais apropriados.

Após o parto, uma redução abrupta nos níveis de estrogênio, junto com estresse, hábitos irregulares alimentares e falta de sono, podem desencadear dores de cabeça novamente. É preciso também ter atenção, sobre quais remédios para dor de cabeça poderá tomar no período da amamentação. Somente o médico poderá dizer quais medicamentos são mais adequados neste período.

Durante perimenopausa e menopausa

É de importância saber sobre a relação entre as dores de cabeça e hormônios. Para muitas mulheres que tiveram dores de cabeça relacionadas com hormônio, enxaquecas podem se tornar mais freqüentes e graves durante a perimenopausa,  porque níveis hormonais aumentam e caem desigualmente.

Para algumas mulheres, enxaquecas melhoram uma vez que os períodos menstruais param, mas as dores de cabeça de tensão muitas vezes pioram. Se as dores de cabeça persistem após menopausa, provavelmente poderá continuar a tomar medicamentos e usar outras terapias.

A terapia de reposição hormonal, que é por vezes usada para tratar perimenopausa e menopausa, pode piorar dores de cabeça em algumas mulheres, melhorar dor de cabeça em outras ou não causar mudanças. Se estiver em terapia de reposição hormonal, o médico pode recomendar um adesivo de pele de estrogênio. O adesivo oferece um suprimento baixo e constante de estrogênio, sendo menos provável agravar as dores de cabeça.

Se a terapia de reposição hormonal piorar as dores de cabeça, o médico pode reduzir a dose de estrogênio, mudar então para uma forma diferente de estrogênio ou parar a terapia de reposição hormonal.

Dor de cabeça e hormônios – Cada indivíduo é único

Algumas mulheres são mais sensíveis para os efeitos dos hormônios. Se as dores de cabeça estão perturbando as atividades diárias, trabalho ou vida pessoal, então devem pedir ajuda ao médico.

Fonte: Mayo Clinic

Agende uma consulta. Aceitamos diversos convênios, clique aqui para ver

Derma Line | Há mais de 20 anos, cuidando da pele brasileira⠀
www.dermaline.com.br

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Postagens

Quando se deve procurar um Dermatologista?

Quando procurar um Dermatologista?   Você deve procurar um dermatologista sempre que tiver preocupações ou problemas relacionados à pele, cabelo, unhas ou mucosas. Aqui estão

Gostou deste Post?

Cadastre seu email e inscreva-se em nossa Newsletter

Abrir chat
Agendar consulta?
Olá
Gostaria de agendar uma consulta?