Moema:

(11) 5561-0293

Sto Amaro:

(11) 5523-9222

Higienópolis:

(11) 3078-0321

Telemedicina:

(11) 3280-3331

Diabetes e Pele – Quais Problemas Existem?

diabetes e peleDiabetes é uma doença de longo prazo, crônica, de crescimento mais rápido, afetando milhões de pessoas pelo mundo. Nos Estados Unidos, por exemplo, mais de 25 milhões de pessoas sofrem com diabetes. Em torno de 75 por cento deles têm diabetes tipo 2, associado com obesidade ou sobrepeso.

Pesquisadores acreditam que diabetes epidêmica crescerá, e estimam que em 2050, um em cada 3 americanos terá diabetes. Em torno de um terço das pessoas com diabetes vai desenvolver problemas na pele como feridas ou erupções na perna. Na realidade, segundo ADA, American Diabetes Association, alguns problemas da pele podem ser sinais alertas de diabetes naqueles que não são diagnosticados.

A boa notícia é que a maioria dos problemas de pele com diabetes pode ser prevenida ou tratada facilmente se são percebidos precocemente. Manter o controle adequado do açúcar no sangue, glicose, é o que deve ser feito para uma prevenção do diabetes.

Muitos problemas podem acontecer em pessoas saudáveis, mas as pessoas com diabetes apresentam um risco muito maior como segue abaixo:

  • Infecções bacterianas.
  • Erupção cutânea de diabetes.
  • Bolhas de diabéticos.
  • Dermopatia diabética.
  • Xantomatose eruptiva.
  • Infecções fúngicas.
  • Necrobiose lipoidica diabeticorum.
  • Coçeira na pele.

Para a prevenção e tratamento da pele em indivíduos diabéticos, deve-se controlar os níveis de glicose no sangue. Quando o diabetes afeta a pele, causando feridas ou erupções, é um sinal que os níveis de açúcar no sangue estão muito altos.

Se perceber quaisquer problemas na pele, é momento de conversar com o médico. Ser testado para diabetes se tiver ainda que ser diagnosticado. Conversar com o médico para saber como controlar o diabetes com dieta, exercício, e medicações, se necessário.

Além disso, visitar o dermatologista sobre quaisquer problemas de pele de diabetes. Alguns problemas podem não parecer tão sérios, mas poderia levar às complicações futuras se não tratados.

Para a maior parte, o controle de diabetes pode ajudar com problemas relacionados com a pele. É sempre importante que os pacientes de diabetes cuidem da pele e saúde firmemente.

Para pele, é importante a hidratação; verificar com atenção pernas e pés diariamente o aparecimento de bolha, ferimentos e erupções, especialmente entre os dedos. Outro cuidado importante são com as unhas. O fungo dos pés e unhas podem levar às rachaduras na pele e erupções, permitindo que as bactérias entrem e causem infecção.

Como prevenir problemas de pele relacionados com diabetes

A melhor coisa para prevenir problemas de pele é manter os níveis de açúcar no sangue controlados. O cuidado adequado com a pele  pode reduzir as chances de ter uma erupção na pele, infecção ou ferimento que é difícil para curar. Seguem algumas recomendações:

  • Verificar a pele diariamente se tem sinais de erupções, vermelhidão, infecções ou ferimentos.
  • Usar água morna e sabão hidratante no banho.
  • Bater levemente a pele com toalha, não esfregar, certificando-se de secar entre os dedos, e dobras da pele.
  • Aplicar hidratantes sem fragrância após o banho enquanto a pele ainda está ainda úmida e macia. Procurar por cremes e pomadas com ceramida para ajudar a pele a reter umidade.
  • Aplicar cremes contendo de 10 a 25 por cento de ureia, um emoliente, no calcanhar rachado, seco no momento de dormir.
  • Evitar a desidratação e manter a pele hidratada ingerindo bastante líquido.
  • Tratar ferimentos e cortes imediatamente com sabão e água. Usar pomadas antibióticas apenas se o médico indicar. Fazer curativo no ferimento diariamente. E procurar ajuda médica se perceber sinais de vermelhidão, dor ou infecção.
  • Usar um umidificador para acrescentar umidade ao ar em casa.

Erupção cutânea de diabetes

As pessoas com diabetes têm um risco maior de erupções na pele. O açúcar no sangue alto é muitas vezes o culpado. Uma erupção pode também ser um sinal de pré-diabetes. Muitas erupções de diabetes desaparecem após o açúcar no sangue estar controlado. O controle de diabetes adequado e cuidados com a pele podem prevenir infecções mais sérias.

O que é uma erupção de diabetes?

Diabetes afeta várias partes do corpo, incluindo a pele. Um estimado de 1 em 3 pessoas com diabetes, tipo 1 ou tipo 2, vai desenvolver uma erupção de pele ou outro problema de pele em algum momento.

Quando tem diabetes, as chances de ter pele seca, que coça, são mais altas do que alguém que não tenha a doença. Está mais propenso também a ter outras condições de pele relacionadas com diabetes.

O que causa uma erupção de diabetes?

Para pessoas que não têm diabetes, uma erupção da pele pode ser o primeiro sinal de açúcar alto no sangue, ou pré-diabetes. O médico pode ajudar a orientar os passos corretos para prevenir diabetes.

Se tomar medicamentos para esta doença, uma erupção de pele pode indicar que precisa ajustar tratamentos para diminuir os níveis de açúcar no sangue. Algumas outras erupções resultam de fluxo de sangue reduzido para as extremidades, mãos e pés.

Agende uma consulta. Aceitamos diversos convênios, clique aqui para ver

Derma Line | Há mais de 20 anos, cuidando da pele brasileira⠀
www.dermaline.com.br

 

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Postagens

Envelhecimento da Pele: Uma Jornada Científica

O envelhecimento da pele, processo biológico irreversível e multifatorial, é um tema de grande interesse científico e estético. Compreender os mecanismos subjacentes ao envelhecimento cutâneo

Quando se deve procurar um Dermatologista?

Quando procurar um Dermatologista?   Você deve procurar um dermatologista sempre que tiver preocupações ou problemas relacionados à pele, cabelo, unhas ou mucosas. Aqui estão

Gostou deste Post?

Cadastre seu email e inscreva-se em nossa Newsletter

Abrir chat
Agendar consulta?
Olá
Gostaria de agendar uma consulta?