Moema:

(11) 5561-0293

Sto Amaro:

(11) 5523-9222

Higienópolis:

(11) 3078-0321

Telemedicina:

(11) 3280-3331

Benefícios do Colágeno para Pele e Cabelo

Colágeno

Colágeno é uma proteína que se encontra em nosso corpo, formada por 3000 aminoácidos que ficam em três correntes moleculares entrelaçadas, compondo um tipo de hélice tripla robusta e flexível. E conta com vários atributos, reforça os tendões e ligamentos para união de músculos com ossos, deixa a pele elástica e resistente, e é capaz de sustentar órgãos internos. Dentes e ossos são feitos por adicionar minerais para matriz do colágeno, sendo que ele compõe 75% da pele.

Quais são os tipos de Colágeno? e suas fontes?

Certamente, são mais de 20 os tipos de colágenos presentes no organismo. A sua função e estrutura têm determinação por sequência de aminoácidos. Para alguns tecidos, como exemplo os órgãos, pode apresentar forma de gel. Nos outros tecidos, como para o tendão, o colágeno segue como fibras apertadas ao fornecimento da resistência.

Se resume como um produto de origem animal, e é extraído basicamente das cartilagens, tendões e pele das aves, bovinos e suínos. Existe processo da agregação da água com colágeno animal, denominado hidrólise, a obter colágeno hidrolisado, na apresentação de pó branco.

Benefícios

São os benefícios do colágeno:

  • Melhora a saúde da pele e cabelo, reduz a dor nas articulações e degeneração.
  • Ajuda a curar a síndrome do intestino gotejante.
  • Melhora o metabolismo, massa muscular, e produção de energia.
  • Fortalece as unhas, cabelos e dentes.
  • Melhora a saúde do fígado.
  • Protege a saúde cardiovascular

Colágeno melhora a saúde da pele e cabelo

Conforme as pessoas envelhecem, a produção de colágeno declina. Perceberá isso fisicamente, com a pele mais solta, mais rugas e menos elasticidade. Aumentar os níveis dessa proteína pode ajudar a pele aparentar mais firmeza, aumentar a suavidade, e ajudar as células da pele a manter a renovação e reparação normalmente.

Os estudos controlados com placebo e duplo-cego, investigando as propriedades anti-envelhecimento do colágeno, descobriram que 2.5 a 5 gramas do colágeno hidrolisado usado entre mulheres com idade de 35 a 55 anos diariamente por 8 semanas, melhorou significativamente a elasticidade da pele, hidratação da pele, e perda de água transepidérmica (secura) e aspereza da pele, tudo com pouco ou nada de efeitos colaterais.

Isso faz dessa proteína um dos melhores ingredientes de cuidado com a pele natural disponível. Os benefícios dele também incluem reduzir celulite e estrias. Quando a pele perde sua elasticidade como resultado de produção reduzida, há outro efeito colateral, mais celulite visível. Com a pele agora mais fina, a celulite fica mais evidente.

A falta dele poderia ser a culpa de unhas quebradiças e descamadas. A proteína de colágeno é o bloco de construção das unhas, cabelos e dentes. Adicionar esse item na dieta pode ajudar a manter as unhas fortes e possivelmente reverter sinais da perda de cabelo.

Quando há queda da produção do Colágeno?

A partir da idade de 25 anos, começa a reduzir a produção, e perder aproximadamente 1% a cada ano. Linhas de expressão passam a surgir, com resultado de pele menos elástica e mais frágil, portanto, flácida.

Mais um detalhe de importância é que mulheres produzem quantidade inferior em comparação com homens. Os estudos comprovam que na fase da menopausa, a velocidade da perda desta proteína fica maior, até atingindo 30% em 5 anos iniciais.

Como estimular e como recuperar o Colágeno

Existem muitas maneiras para que a produção desse componente seja estimulada, e para reposição da substância na derme. Por meio da alimentação , utilização dos dermocosméticos, e até mesmo de forma injetável, podemos ter sua estimulação.

Investir nos alimentos que são ricos na vitamina C como limão, mamão e laranja, sem contar outros que apresentam colágeno como os ovos, carnes, castanhas e gelatinas. Usar dermocosméticos auxilia para incentivo da sua produção.

Buscar produtos que possuam ativos como alfa-hidroxiácidos e retinol. E tratamentos noturnos, podem representar grandes aliados, em especial para peles maduras que contam com pouco colágeno. Escolher dermocosméticos com ácido hialurônico, antioxidantes, e o ácido glicólico que têm capacidade de estimular produção do colágeno e impedir a destruição.

Quais alimentos são fonte do colágeno?

É comum ter dúvida sobre como seguir dieta que favoreça a sua reposição. Alimentos mais ricos no colágeno são os de origem animal, de exemplo as carnes brancas ou vermelhas, e ainda gelatinas incolores que apresentam menos toxinas.

Destaque para os exemplos: peixes, ovos, carne vermelha, frango sem a pele, queijos brancos, leites e derivados. O colágeno vai atuar mais efetivamente quando em associação com alimentação saudável, portanto, é fundamental ingerir alimentos que são ricos nos minerais e vitaminas como cobre, vitamina C e E, zinco, silício, e selênio.

Fonte:  Dermaweb

Agende uma consulta. Aceitamos diversos convênios, clique aqui para ver

Unidade Moema: (11) 5561-0293⠀
Unidade Santo Amaro: (11) 5523-9222⠀
Unidade Paraíso: (11) 3884-1867⠀
Unidade Itaim Bibi: (11) 3078-0321⠀

Derma Line | Há mais de 20 anos, cuidando da pele brasileira⠀
www.dermaline.com.br

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Postagens

Envelhecimento da Pele: Uma Jornada Científica

O envelhecimento da pele, processo biológico irreversível e multifatorial, é um tema de grande interesse científico e estético. Compreender os mecanismos subjacentes ao envelhecimento cutâneo

Quando se deve procurar um Dermatologista?

Quando procurar um Dermatologista?   Você deve procurar um dermatologista sempre que tiver preocupações ou problemas relacionados à pele, cabelo, unhas ou mucosas. Aqui estão

Gostou deste Post?

Cadastre seu email e inscreva-se em nossa Newsletter

Abrir chat
Agendar consulta?
Olá
Gostaria de agendar uma consulta?