Moema:

(11) 5561-0293

Sto Amaro:

(11) 5523-9222

Higienópolis:

(11) 3078-0321

Telemedicina:

(11) 3280-3331

Fototerapia: Qual a diferença entre PUVA e Narrow Band?

O que é Fototerapia?

A fototerapia é um tratamento médico que utiliza luz para tratar uma variedade de condições médicas e dermatológicas. A luz é aplicada diretamente na pele ou através de dispositivos específicos, como lâmpadas ou lasers, e pode ser usada em diferentes comprimentos de onda, intensidades e durações, dependendo da condição que está sendo tratada.

Na dermatologia, a fototerapia é frequentemente usada para tratar doenças de pele, como psoríase, vitiligo, eczema e acne. A luz pode ajudar a reduzir a inflamação, melhorar a textura da pele e reduzir a produção de células anormais.

Na medicina em geral, a fototerapia pode ser usada para tratar condições como a icterícia neonatal, certos tipos de câncer de pele, distúrbios do sono e outras doenças. Também pode ser usada em procedimentos estéticos, como a remoção de manchas na pele.

A fototerapia pode ser administrada em uma clínica médica ou dermatológica, ou em casa com dispositivos portáteis. O tipo de fototerapia utilizado, bem como o tempo e a frequência do tratamento, dependem da condição médica específica e do histórico médico do paciente. É importante sempre conversar com um médico antes de iniciar qualquer tratamento de fototerapia.

O que é a Fototerapia PUVA?

A fototerapia PUVA é uma forma de tratamento médico que combina a administração de um medicamento sensibilizador à luz chamado psoraleno com a exposição à luz ultravioleta A (UVA) de comprimento de onda longo. A terapia PUVA é frequentemente usada para tratar condições dermatológicas como a psoríase, eczema e vitiligo.

O psoraleno é administrado ao paciente como um comprimido, loção ou banho antes da exposição à luz UVA. O medicamento sensibiliza a pele do paciente para a luz, tornando-a mais sensível e suscetível à absorção dos raios UV. Em seguida, o paciente é exposto à luz UVA em uma câmara especial, que ajuda a reduzir a inflamação, a coceira e a descamação associadas a essas condições dermatológicas.

A fototerapia PUVA é uma forma eficaz de tratamento para muitos pacientes com psoríase, eczema e vitiligo, embora possa causar efeitos colaterais como queimaduras, vermelhidão, envelhecimento precoce da pele e um risco aumentado de câncer de pele. Por essa razão, é importante que a fototerapia PUVA seja administrada sob a supervisão de um médico qualificado e experiente.

O que é a Fototerapia PUVB?

A fototerapia PUVB é uma forma de tratamento médico que combina a administração de um medicamento sensibilizador à luz chamado psoraleno com a exposição à luz ultravioleta B (UVB) de comprimento de onda estreito. Assim como a fototerapia PUVA, a fototerapia PUVB é frequentemente usada para tratar condições dermatológicas como a psoríase, eczema e vitiligo.

O psoraleno é administrado ao paciente como um comprimido, loção ou banho antes da exposição à luz UVB. O medicamento sensibiliza a pele do paciente para a luz, tornando-a mais sensível e suscetível à absorção dos raios UVB. Em seguida, o paciente é exposto à luz UVB de comprimento de onda estreito em uma câmara especial, que ajuda a reduzir a inflamação, a coceira e a descamação associadas a essas condições dermatológicas.

A fototerapia PUVB é considerada uma forma segura e eficaz de tratamento para muitos pacientes com psoríase, eczema e vitiligo, com menos riscos de efeitos colaterais em comparação com a fototerapia PUVA. No entanto, alguns pacientes podem experimentar queimaduras, vermelhidão e envelhecimento precoce da pele. Por essa razão, é importante que a fototerapia PUVB seja administrada sob a supervisão de um médico qualificado e experiente.

O que é Narrow Band?

Em dermatologia, o termo “narrow band” refere-se a uma determinada faixa de comprimento de onda da luz no espectro eletromagnético, que é utilizada em terapia fotodinâmica e tratamentos de fototerapia para diversas condições dermatológicas, como psoríase, vitiligo, eczema e acne.

A luz “narrow band” tem um comprimento de onda específico que é mais eficaz no tratamento dessas condições, em comparação com outras faixas de comprimento de onda. A luz “narrow band” é considerada mais segura do que outras formas de fototerapia, pois ela penetra menos profundamente na pele, o que reduz o risco de danos à pele e ao DNA celular.

A terapia com luz “narrow band” geralmente é administrada em uma clínica dermatológica, e pode ser usada em combinação com outros tratamentos, como medicamentos tópicos ou sistêmicos. O objetivo é melhorar a aparência da pele e aliviar os sintomas da condição dermatológica subjacente.

Quais os benefícios da Fototerapia?

A fototerapia pode oferecer uma série de benefícios, dependendo da condição médica específica que está sendo tratada. Aqui estão alguns dos principais benefícios da fototerapia:

  1. Tratamento de doenças de pele: A fototerapia pode ser usada para tratar uma variedade de doenças de pele, incluindo psoríase, vitiligo, eczema, acne, rosácea e outros problemas de pele.

  2. Redução da inflamação: A luz utilizada na fototerapia pode ajudar a reduzir a inflamação associada a muitas doenças dermatológicas, melhorando assim a aparência da pele.

  3. Melhoria da textura da pele: A fototerapia pode ajudar a melhorar a textura da pele, tornando-a mais macia e suave.

  4. Controle da produção de células anormais: A fototerapia pode ajudar a controlar a produção de células anormais na pele, o que pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de certos tipos de câncer de pele.

  5. Alívio da dor: A fototerapia pode ajudar a aliviar a dor associada a condições dermatológicas, como psoríase.

  6. Melhoria do humor: A exposição à luz pode ajudar a melhorar o humor e aliviar os sintomas de depressão.

  7. Tratamento de outras condições médicas: Além das doenças de pele, a fototerapia pode ser usada para tratar outras condições médicas, incluindo distúrbios do sono, icterícia neonatal e outros problemas de saúde.

No entanto, é importante lembrar que a fototerapia pode ter efeitos colaterais e riscos, e deve ser realizada sob a supervisão de um médico qualificado e experiente.

Quais os Efeitos Adversos da Fototerapia?

Embora a fototerapia seja considerada uma forma segura e eficaz de tratamento para muitas condições médicas, ela pode ter alguns efeitos colaterais e riscos, dependendo da intensidade e duração da exposição à luz. Aqui estão alguns dos efeitos adversos mais comuns associados à fototerapia:

  1. Queimaduras: A exposição excessiva à luz pode causar queimaduras na pele, especialmente em pessoas com pele clara ou sensível.

  2. Envelhecimento precoce da pele: A exposição à luz UV pode acelerar o envelhecimento da pele, levando a rugas, manchas escuras e outros sinais de envelhecimento prematuro.

  3. Risco aumentado de câncer de pele: A exposição à luz UV também aumenta o risco de desenvolver câncer de pele, especialmente se a exposição for frequente e prolongada.

  4. Coceira, vermelhidão e descamação: A fototerapia pode causar irritação na pele, resultando em coceira, vermelhidão e descamação.

  5. Náusea e tontura: A administração de psoraleno antes da exposição à luz pode causar náusea e tontura em alguns pacientes.

  6. Sensibilidade à luz: Alguns pacientes podem experimentar sensibilidade aumentada à luz após a terapia.

  7. Infecções secundárias: Em alguns casos, a fototerapia pode aumentar o risco de infecções secundárias da pele.

Por essa razão, é importante que a fototerapia seja administrada sob a supervisão de um médico qualificado e experiente, que pode monitorar cuidadosamente os efeitos colaterais e ajustar o tratamento conforme necessário.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Postagens

Envelhecimento da Pele: Uma Jornada Científica

O envelhecimento da pele, processo biológico irreversível e multifatorial, é um tema de grande interesse científico e estético. Compreender os mecanismos subjacentes ao envelhecimento cutâneo

Quando se deve procurar um Dermatologista?

Quando procurar um Dermatologista?   Você deve procurar um dermatologista sempre que tiver preocupações ou problemas relacionados à pele, cabelo, unhas ou mucosas. Aqui estão

Gostou deste Post?

Cadastre seu email e inscreva-se em nossa Newsletter

Abrir chat
Agendar consulta?
Olá
Gostaria de agendar uma consulta?