Moema:

(11) 5561-0293

Sto Amaro:

(11) 5523-9222

Higienópolis:

(11) 3078-0321

Telemedicina:

(11) 3280-3331

Previna-se: câncer de pele

câncer de pele

Não se expor excessivamente ao sol, e proteger a pele contra os efeitos da radiação UV, são as melhores maneiras de prevenir o câncer de pele e outros tipos de tumores cutâneos.

A doença, é causada por um aumento descontrolado das células que compõem a pele. Estas células formam camadas e, dependendo de qual camada seja afetada, pode-se definir os diferentes tipos de câncer. O mais raro e letal é o melanoma, ele é o tipo mais agressivo.

Os raios UV são os principais responsáveis pela formação de tumores cutâneos e, em sua maioria, os casos estão associados à exposição solar excessiva ou ao uso constante de câmaras de bronzeamento.

O câncer da pele não-melanoma, pode ser facilmente curado, se for diagnosticado precocemente, por ser de baixa letalidade. Por este motivo, é importante examinar sua pele regularmente, além de procurar um dermatologista, caso perceba o aparecimento de pintas ou sinais suspeitos.

A cada ano, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) registra 135 mil novos casos de câncer de pele, que representa 25% dos diagnósticos de câncer no Brasil.

Os raios ultravioletas estão cada vez mais agressivos, o que torna necessário redobrar atenção, e se proteger quando o assunto é exposição solar. Pessoas de pele clara, sardas, cabelos claros ou ruivos e olhos claros, são as mais propensas a contrair a doença. Precisa cuidar-se mais também, quem possui histórico familiar da doença, queimaduras solares, incapacidade para bronzear e pintas.

Medidas de Proteção:

  • Usar chapéus, camisetas e protetores solares.
  • Evitar a exposição solar e permanecer na sombra entre 10 e 16h (horário de verão)
  • Na praia ou na piscina, usar barracas feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta. As barracas de nylon formam uma barreira pouco confiável: 95% dos raios UV ultrapassam o material.
  • Usar filtros solares diariamente, e não somente em horários de lazer ou diversão. Utilizar um produto que proteja contra radiação UVA e UVB, e que tenha um fator de proteção solar (FPS) 30, no mínimo. Reaplicar o produto a cada duas horas ou menos, nas atividades de lazer ao ar livre. Ao utilizar o produto no dia- a- dia, aplicar uma boa quantidade pela manhã e reaplicar antes de sair para o almoço.
  • Observar regularmente a própria pele, à procura de pintas ou manchas suspeitas.
  • Consultar um dermatologista uma vez ao ano, no mínimo, para um exame completo.
  • Manter bebês e crianças protegidos do sol. Filtros solares podem ser usados a partir dos seis meses.

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia

Agende uma consulta. Aceitamos diversos convênios, clique aqui para ver

Unidade Moema: (11) 5561-0293⠀
Unidade Santo Amaro: (11) 5523-9222⠀
Unidade Paraíso: (11) 3884-1867⠀
Unidade Itaim Bibi: (11) 3078-0321⠀

Derma Line | Há mais de 20 anos, cuidando da pele brasileira⠀
www.dermaline.com.br

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Postagens

Envelhecimento da Pele: Uma Jornada Científica

O envelhecimento da pele, processo biológico irreversível e multifatorial, é um tema de grande interesse científico e estético. Compreender os mecanismos subjacentes ao envelhecimento cutâneo

Quando se deve procurar um Dermatologista?

Quando procurar um Dermatologista?   Você deve procurar um dermatologista sempre que tiver preocupações ou problemas relacionados à pele, cabelo, unhas ou mucosas. Aqui estão

Gostou deste Post?

Cadastre seu email e inscreva-se em nossa Newsletter

Abrir chat
Agendar consulta?
Olá
Gostaria de agendar uma consulta?