Moema:

(11) 5561-0293

Sto Amaro:

(11) 5523-9222

Higienópolis:

(11) 3078-0321

Telemedicina:

(11) 3280-3331

Alimentos que combatem Colesterol alto

O que é Colesterol?

O colesterol é uma substância lipídica, ou seja, uma gordura, que é essencial para o funcionamento adequado do corpo humano. Ele desempenha papéis importantes na estrutura das membranas celulares, na produção de hormônios esteroides, como os hormônios sexuais e os hormônios do córtex adrenal, e na síntese de vitamina D. No entanto, ter níveis elevados de colesterol no sangue pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares, como a aterosclerose (acúmulo de placas de gordura nas artérias), que podem levar a problemas graves de saúde, como ataques cardíacos e derrames.

O colesterol é transportado pelo sangue em lipoproteínas, que são partículas compostas por colesterol, proteínas e triglicerídeos. Existem dois principais tipos de lipoproteínas envolvidas no transporte de colesterol:

  1. Lipoproteína de baixa densidade (LDL): Também conhecida como “colesterol ruim”, o LDL transporta colesterol das células do fígado para outras partes do corpo. Níveis elevados de LDL estão associados a um maior risco de formação de placas de gordura nas artérias.
  2. Lipoproteína de alta densidade (HDL): Conhecida como “colesterol bom”, o HDL ajuda a remover o excesso de colesterol das artérias e o transporta de volta para o fígado, onde pode ser eliminado do corpo.

Manter um equilíbrio saudável entre o LDL e o HDL é importante para a saúde cardiovascular. Para muitas pessoas, a dieta, o exercício físico e, em alguns casos, medicamentos, podem ajudar a controlar os níveis de colesterol no sangue e reduzir o risco de doenças cardíacas. Portanto, é fundamental monitorar os níveis de colesterol e seguir as orientações médicas para manter a saúde cardiovascular.

 

O que causa Colesterol Alto?

O colesterol alto, também conhecido como hipercolesterolemia, pode ser causado por uma combinação de fatores genéticos e hábitos de vida. Alguns dos principais fatores que contribuem para o colesterol alto incluem:

  1. Dieta: O consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras saturadas e gorduras trans pode elevar os níveis de colesterol no sangue. Isso inclui alimentos processados, carnes gordurosas, produtos de confeitaria, alimentos fritos e fast food.
  2. Obesidade: O excesso de peso corporal, especialmente o acúmulo de gordura abdominal, está associado a níveis elevados de colesterol.
  3. Atividade física inadequada: A falta de exercício físico regular pode contribuir para o colesterol alto. O exercício ajuda a aumentar o colesterol HDL (colesterol “bom”) e a reduzir o LDL (colesterol “ruim”).
  4. Genética: Alguns casos de hipercolesterolemia têm uma base genética. Pessoas com histórico familiar de colesterol alto têm um risco aumentado de desenvolver a condição.
  5. Idade e gênero: Os níveis de colesterol tendem a aumentar com a idade. As mulheres tendem a ter níveis de colesterol mais baixos antes da menopausa, mas após a menopausa, os níveis de LDL tendem a aumentar.
  6. Fumar: O tabagismo pode diminuir o colesterol HDL e aumentar o colesterol LDL, além de aumentar o risco de doenças cardíacas.
  7. Consumo excessivo de álcool: O consumo excessivo de álcool pode elevar os níveis de triglicerídeos no sangue, o que também pode contribuir para o colesterol alto.
  8. Condições médicas: Algumas condições médicas, como diabetes, síndrome metabólica, hipotireoidismo e doenças renais, podem aumentar o risco de colesterol alto.
  9. Medicamentos: Alguns medicamentos, como corticosteroides e alguns diuréticos, podem elevar os níveis de colesterol.

É importante observar que o colesterol alto é um fator de risco para doenças cardiovasculares, como a aterosclerose, que pode levar a ataques cardíacos e derrames. Portanto, controlar os níveis de colesterol é fundamental para a saúde cardiovascular. Isso geralmente envolve a adoção de um estilo de vida saudável, incluindo uma dieta equilibrada, exercício regular e, em alguns casos, medicação sob orientação médica.

Quais os principais alimentos que ajudam a reduzir as taxas de Colesterol alto?

Existem vários alimentos que podem ajudar a reduzir as taxas de colesterol alto quando incluídos em uma dieta equilibrada. Aqui estão cinco principais alimentos que são conhecidos por suas propriedades benéficas para a redução do colesterol:

  1. Aveia: A aveia é rica em fibras solúveis, conhecidas como beta-glucanas, que ajudam a reduzir os níveis de colesterol LDL (colesterol “ruim”). Consumir uma tigela de aveia no café da manhã ou incluir aveia em smoothies e receitas pode ser uma maneira eficaz de incorporar mais fibras solúveis em sua dieta.
  2. Legumes e feijões: Legumes, como lentilhas, feijões, grão-de-bico e ervilhas, são ricos em fibras solúveis e proteínas vegetais. Consumir regularmente esses alimentos pode ajudar a reduzir o LDL e melhorar o perfil lipídico.
  3. Nozes: Nozes, amêndoas, castanhas e outras oleaginosas são fontes de gorduras insaturadas saudáveis e antioxidantes. Elas podem ajudar a reduzir o colesterol total e o LDL quando consumidas com moderação, como parte de uma dieta equilibrada.
  4. Peixes ricos em ácidos graxos ômega-3: Peixes como salmão, truta, atum e sardinha são ricos em ácidos graxos ômega-3, que podem ajudar a reduzir os triglicerídeos no sangue e aumentar o colesterol HDL (colesterol “bom”). Recomenda-se consumir peixe gordo pelo menos duas vezes por semana.
  5. Azeite de oliva extra virgem: O azeite de oliva extra virgem é uma fonte de gorduras monoinsaturadas saudáveis. Substituir outras fontes de gordura saturada, como manteiga ou óleos vegetais refinados, pelo azeite de oliva pode ajudar a melhorar o perfil lipídico.

Além desses alimentos, uma dieta rica em frutas, vegetais, grãos integrais e alimentos ricos em antioxidantes também pode ajudar a reduzir o colesterol e promover a saúde cardiovascular. É importante notar que a dieta deve ser parte de um estilo de vida saudável que inclui a prática regular de exercícios e a manutenção de um peso corporal saudável. Antes de fazer grandes mudanças em sua dieta, é aconselhável consultar um profissional de saúde ou nutricionista para orientação personalizada.

Leia mais sobre este assunto no Ministério da Saúde clicando aqui.

 

Evitar Comer Açúcar – Quais São os Benefícios para Pele?

 

 

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Postagens

Envelhecimento da Pele: Uma Jornada Científica

O envelhecimento da pele, processo biológico irreversível e multifatorial, é um tema de grande interesse científico e estético. Compreender os mecanismos subjacentes ao envelhecimento cutâneo

Quando se deve procurar um Dermatologista?

Quando procurar um Dermatologista?   Você deve procurar um dermatologista sempre que tiver preocupações ou problemas relacionados à pele, cabelo, unhas ou mucosas. Aqui estão

Gostou deste Post?

Cadastre seu email e inscreva-se em nossa Newsletter

Abrir chat
Agendar consulta?
Olá
Gostaria de agendar uma consulta?