Moema:

(11) 5561-0293

Sto Amaro:

(11) 5523-9222

Higienópolis:

(11) 3078-0321

Telemedicina:

(11) 3280-3331

5 Dicas para Ter Pés Bem Cuidados

Cuidados com os pés

O pé é bastante explorado todos os dias, no entanto, as pessoas se esquecem dele quando se trata da rotina de beleza. Assim, o desafio é pelo menos uma vez por semana dar um descanso para os pés, e praticar alguns cuidados através de 5 dicas práticas:

1 – Cuidados com a pele dos pés

Para ter uma pele macia é preciso esfoliar. Para esfoliar usando cremes, o recomendado é utilizar no banho, no máximo, 4 vezes por semana. Se usar lixa, ter cuidado, passando 1 vez a cada 15 dias, pois lixar exageradamente pode ocasionar rachaduras.

A área dos calcanhares é uma das mais esquecidas. A dica para eliminar a pele rachada e áspera, é utilizar cremes à base de manteiga de karité ou de uréia.

O escalda-pés é revigorante e fácil de ser feito em casa. Na bacia, colocar pedrinhas redondas, água morna e 1 colher de sopa do sal grosso. Deixar os pés submersos na água e pisar nas pedras de forma suave. Incluir as ervas ou essências de cânfora ou eucalipto, para alívio do cansaço. Após secar os pés aplicar o hidratante com massagens suaves.

2 – Contra micose, bolhas, e calosidades

Devido à umidade e calor, estes dois aspectos contribuem para o aparecimento das conhecidas micoses. A questão surge geralmente por causa da transpiração excessiva e umidade constante com água da piscina ou mar. Não secar adequadamente os pés pode causar proliferação de fungos que causam a enfermidade.

Para prevenção é preciso usar chinelos nos banheiros de academias, clubes, bordas das piscinas, e não ficar tanto tempo com os pés úmidos, dar preferência para uso de calçados mais leves, abertos e confortáveis.

No caso das bolhas, estas são causadas por constante atrito entre o pé e chão, ou calçado, ou mesmo a meia fina, junto com suor. Para prevenção indica-se passar vaselina na região do atrito a prevenir aparecimento da bolha, utilizando proteção para esta área.

Mais um problema gerado por pressão e atrito em excesso entre calçado e pele é o aparecimento do calo. A constante agressão que a pele sofre faz com que passe por hiperqueratinização como proteção. E a conseqüência é aparecer o calo, ou seja, formação endurecida, arredondada e por vezes dolorosa.

Para prevenir, é indicado manter a hidratação da pele do pé, evitar remover as regiões ou lixar onde há calos, pois isto pode ocasionar inflamação da pele. E também procurar alternar tipos de sapato, se usou a sandália de salto alto, no dia seguinte preferir a sapatilha.

3 – Hidratação e controle do suor

Os pés ficam ressecados geralmente devido a várias razões no verão, como cloro da água, exposição ao sol, e mesmo sal do mar. Para prevenção, a dica é hidratar diariamente os pés. Os cremes que possuem de base a uréia são apontados, já que o ativo aumenta a proteção natural da pele.

Uma condição gerada por ressecamento excessivo na pele é a rachadura nos pés. Os traumas repetidos ao andar tanto tempo com o pé descalço, ou usar freqüentemente rasteirinhas, chinelos e sandálias, e o sobrepeso, favorecem também o aparecimento de fissuras. A recomendação é manter a pele hidratada para prevenção.

Já o suor é normal, no entanto, quando há excesso( hiperidrose) ou deixar cheiro ruim( bromidrose ), pode ser incômodo. Quando se fala em pés, esta transpiração pode contribuir para ressecar a pele e aparecer bolha e micose.

A dica para prevenção, é evitar umidade entre os dedos ao secar bem, investir na limpeza dos pés com lavagem, usando sabonete de pH neutro e água. Procurar aplicar desodorante específico à área, e tentar não utilizar o mesmo calçado diariamente.

4 – Cuidado com as unhas

As unhas ficam em evidência ao usar calçados abertos, sendo importante manter a boa aparência e saúde dos pés. É preciso ter cuidado especial para não haver inflamações e micoses. A prevenção é importante também, como ter o próprio kit de cuidados com tesoura, alicate, espátula, evitando risco de contaminação.

Não remover excessivamente as cutículas, já que estas funcionam como barreiras naturais em relação aos agentes infecciosos. Secar bem os pés após o banho ou depois de mergulhar na piscina ou mar.

5 – Contra o inchaço

Ficar com os pés inchados no verão, pode ter ligação com sedentarismo e retenção hídrica. Para prevenir, beber muito líquido e investir na dieta rica com alimentos diuréticos, como melão, alface, melancia, e pepino.

É importante praticar atividades físicas e se necessário fazer drenagem linfática para diminuir o inchaço. Não fazer qualquer procedimento invasivo no pé, não cutucar! Qualquer vermelhidão, dor, inchaço, pus ou descoloração que persistem e incomodem devem ser examinados pelo médico especialista.

Geralmente, medicamentos ou pequenos procedimentos em consultório podem resolver o problema. É importante permitir que o médico auxilie, evitando que os problemas se agravem.

Fonte:  Dermaweb

Agende uma consulta. Aceitamos diversos convênios, clique aqui para ver

Unidade Moema: (11) 5561-0293⠀
Unidade Santo Amaro: (11) 5523-9222⠀
Unidade Paulista: (11) 3884-1867⠀
Unidade Higienópolis: (11) 3078-0321⠀

Derma Line | Há mais de 20 anos, cuidando da pele brasileira⠀
www.dermaline.com.br

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Postagens

Envelhecimento da Pele: Uma Jornada Científica

O envelhecimento da pele, processo biológico irreversível e multifatorial, é um tema de grande interesse científico e estético. Compreender os mecanismos subjacentes ao envelhecimento cutâneo

Quando se deve procurar um Dermatologista?

Quando procurar um Dermatologista?   Você deve procurar um dermatologista sempre que tiver preocupações ou problemas relacionados à pele, cabelo, unhas ou mucosas. Aqui estão

Gostou deste Post?

Cadastre seu email e inscreva-se em nossa Newsletter

Abrir chat
Agendar consulta?
Olá
Gostaria de agendar uma consulta?