Dieta com 2200 calorias

Valor energético total (VET) = 2200 Kcal; carboidratos: 266g; proteínas: 134g; lípides: 67g


Desjejum

Suco de laranja com cenoura = 1 copo grande
Pão integral = 2 fatias
Ricota fresca = 2 fatias médias

Lanche da tarde

Iogurte natural desnatado = 1 copo médio
Adoçante (opcional)
Granola = 1 colher (sopa)
Pêra = 1 unidade média

Lanche da manhã

Banana prata = 1 unidade
Aveia = 1 colher (sopa)
Mel = 1 colher (chá)

Jantar

Salada de agrião + manga + cogumelo = 1 prato (sobremesa)
Arroz de forno com ervilha = 6 colheres (sopa) rasas
Peixe grelhado = 1 posta grande
Suflê de cenoura = 4 colheres (sopa)
Compota de pêssego = 4 metades

Almoço

Salada de alface + tomate cereja + palmito + pepino = 1 prato (sobremesa)
Arroz = 6 colheres (sopa) rasas
Feijão = 1 concha
Carne assada = 2 fatias médias
Vagem sauteé = 6 colheres (sopa)
Abacaxi = 2 fatias médias

Lanche da noite

Leite desnatado = 1 copo médio
Biscoito integral = 2 unidades
Cream–cheese light = 2 colheres (chá)

 

Orientações

  • Manter peso adequado é o primeiro passo para quem quer manter-se saudável. A obesidade desencadeia diversas doenças em qualquer fase da vida. Portanto, deve ser evitada desde a infância.
  • O excesso de peso é muitas vezes o resultado de vida sedentária aliada à maus hábitos alimentares. O consumo exagerado de gorduras, bebidas alcoólicas e doces é a principal causa, todavia dietas desequilibradas, onde predominam alguns tipos de alimentos também podem levar à obesidade.
  • Para prevenir ou tratar a obesidade é necessário adotar uma dieta nutricionalmente equilibrada, ou seja, adequada em quantidades de alimentos; contendo todos os nutrientes necessários à vida de forma harmoniosa para que não haja excessos ou carências alimentares.
  • Obter equilíbrio nas refeições requer a ingestão de pelo menos um alimento de cada grupo alimentar: grupo energético, composto por carboidratos e gorduras que fornecem energia para as funções orgânicas e a atividade física. Compõem este grupo os cereais e derivados (arroz, milho, trigo, aveia, centeio, cevada); tubérculos (batata, batata-doce, mandioca, cará, inhame, mandioquinha) e açúcar (refinado e mascavo), mel, doces, refrigerantes. Estas são as fontes de carboidratos. As fontes de gordura são manteiga, margarina, creme de leite, óleos vegetais (soja, milho, arroz, girassol, gergelim, canola, oliva), azeitonas, amendoim, noz, castanhas, avelã, amêndoa, coco, chocolate, abacate, maionese, toucinho e bacon. Use preferentemente as gorduras líquidas na temperatura ambiente, pois são mais saudáveis.

O grupo construtor é formado pelas proteínas, nutrientes essenciais para a reprodução das células, defesa do organismo e produção de hormônios. Presentes em carnes (boi, aves, peixes, frutos do mar, miúdos), ovos, leite, queijos, iogurte e leguminosas (feijões, ervilha, lentilha, grão de bico, soja). E o grupo regulador que fornece vitaminas, sais minerais, fibras e água. As verduras, legumes e frutas são as principais fontes desses nutrientes, essenciais para manter o equilíbrio das funções orgânicas e a utilização dos nutrientes e do ar que respiramos.

Além do equilíbrio alimentar e da ingestão de quantidades adequadas de alimentos em cada refeição, são necessários alguns cuidados:

  • Exclua ou reduza na alimentação diária os alimentos altamente calóricos como maionese, toucinho, doces concentrados e as bebidas alcoólicas.
  • Fracione sua dieta em pequenas refeições em horários regulares, isso auxilia a reduzir o apetite. Afinal comer é a melhor forma de não sentir fome.
  • A alimentação deve ser rica em fibras vegetais (verduras e legumes crus, cascas e bagaços de frutas, cereais integrais) pois vão proporcionar maior saciedade nas refeições. Inicie a refeição comendo os alimentos fibrosos.
  • Aumente o consumo de água, a perda de peso propicia a perda de água. A reposição restaura o equilíbrio do organismo, reduzindo dores de cabeça e tonturas que podem ocorrer no início da restrição de calorias da dieta.
  • Não existe uma dieta única para emagrecer, portanto sua dieta deve ser individual, não devendo ser seguida por outra pessoa.
  • Emoção e comida andam juntas, procure relaxar antes das refeições. Não se alimente quando nervoso, cansado ou agitado. E só se alimente nos horários pré estabelecidos.
  • Concentre-se naquilo que come, apreciando o sabor, aroma e textura dos alimentos.
  • Mastigue muito bem os alimentos, até que escorreguem naturalmente pela garganta. Alimente-se com calma e procure não assistir televisão ou ler nas refeições.
  • Reduza consideravelmente a quantidade de óleo. Evite frituras de imersão e faça uso de panelas anti aderentes e de sistema vapor.
  • Substitua os molhos gordurosos por ervas aromáticas, elas são isentas de calorias.
  • As opções "light" podem substituir os alimentos convencionais com o mesmo prazer e menos calorias.
 

Ama sua pele?
Cadastre-se e receba nossas dicas de cuidados com a pele.